Apresentação - ISBN 2236-6636

É com satisfação que damos as boas-vindas aos (as) participantes do 18º Congresso de Sociologia que escolheu como eixo temático para organização de seus trabalhos a indagação Que sociologias fazemos? Interfaces com os contextos locais, nacionais e globais.

O caráter deliberadamente interrogativo da temática selecionada aponta para um convite à reflexão a respeito das condições sociais e institucionais que permeiam a produção sociológica atual em distintos cenários nacionais, regionais e/ou locais e também no espaço transnacional. A utilização de sociologias, no plural, visa a incentivar a discussão da multiplicidade de configurações teóricas, conceituais e metodológicas que perpassam a produção sociológica contemporânea, em distintos contextos sociais. Neste sentido, destaca-se a diversidade de questões sociológicas que vem sendo exploradas segundo, regiões, locais e países, bem como, as distintas trajetórias históricas no desenvolvimento das sociologias produzidas em diversos âmbitos nacionais.

A temática do 18º Congresso pretende também estimular a análise sobre as formas como vem se processando a constituição de um espaço transnacional de produção da sociologia, perceptível através do intenso fluxo de pesquisadores e de ideias, que se estendem para além das fronteiras nacionais e da realização de conferências   e simpósios internacionais, com a participação de sociólogos de diferentes partes do mundo. A temática selecionada pelo Congresso visa, sobretudo, instigar a realização de trabalhos e da reflexão sobre a sociologia produzida no Brasil nos últimos anos e sobre sua inserção neste espaço internacional.

O Congresso busca analisar determinadas mudanças institucionais significativas ocorridas nas últimas décadas assim como seus impactos na produção sociológica contemporânea no país. A este propósito vale destacar, brevemente: a expansão dos programas de pós-graduação em sociologia em todo o território nacional; o recrutamento de uma nova geração de doutores, o deslocamento geográfico de jovens doutores em sociologia, o incremento da inserção internacional das novas gerações; a participação em redes transnacionais; o impacto do processo de mundialização da disciplina  na conformação do horizonte intelectual dos praticantes da sociologia no Brasil.

Espera-se que os trabalhos apresentados no interior deste 18º Congresso levem em consideração o eixo temático selecionado e possam se constituir em locusprivilegiado para a realização de um balanço crítico sobre o estado da arte e das perspectivas futuras da disciplina. Tal preocupação deve orientar os GTs, as propostas de Mesas Redondas e as demais atividades do Congresso, sem prejuízo de abordar questões sociais, políticas, econômicas, culturais relevantes que estejam ocorrendo nos planos internacional e nacional que desafiam a imaginação sociológica.

Sejam muito bem vindos(as).

Esperamos contar com sua participação nas discussões que serão realizadas durante o 18º Congresso da SBS.


2017 © Todos os direitos reservados à SBS.
Adaltech